Terça-feira, 28 de Junho de 2011

Twicam.

Brenda Asnicar, no passado sábado através do twitter, fez uma twicam, para quem não sabe twicam é como a web do MSN, todos os seus contactos do Twitter serão automaticamente notificados da sua presença em directo , e Brenda fez com ...

Santiago Talledo, sim, eu já vi a toda e adorei, foi ao som de muito cantoria e diversão que a fizeram, cantaram muitas musicas conhecidas, mais uma prova que não é só a Brenda que tem um vozeirão incrível, Santi, também tem.

Em breve trago fotos da twicam.

Vejam a twicam:

publicado por - anap do BAP às 14:20
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 27 de Junho de 2011

Novo look de Brenda.

Brenda decidiu renovar o seu look, e desta vez optou por uma franjinha, as franjas estão muito na moda, eu acho que fica muito bem, na verdade tudo lhe fica bem.

O que vocês acham? Prefiram o antigo look?

Vejam Brenda com franja:

 

 

 

publicado por - anap do BAP às 18:10
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 23 de Junho de 2011

Brenda fala do twitter e dos seus fãs (videos de Itália)

publicado por - anap do BAP às 21:33
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Junho de 2011

Revista Mundo de Patty (Itália).

A revista nº24 de o Mundo de Patty de Itália já saiu, como podes ver aqui em baixo:

 

A oferta é a roda das respostas de "Mundo de Patty"! Basta fazeres uma pergunta virar a seta das respostas ... Ele vai parar sobre a resposta que esperava! vê:

 

publicado por - anap do BAP às 11:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 20 de Junho de 2011

Para matar saudades..

A série já acabou há algum tempo mas mesmo assim, continua a ser a minha série favorita, a verdade é que estou a morrer de saudades, mas para matar as saudades estive a ver uns videos.
Acho que vocês também deviam ver:
publicado por - anap do BAP às 11:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 18 de Junho de 2011

Entrevista de Brenda em 'Hola'. ( 2ª parte)

Muitas vezes falam como é a relação de mãe e filha ...


"A minha mãe sempre me acompanhou.Mas no último período da minha turnê na Itália, eu estava sozinha.Na verdade, agora eu tenho o projecto... ir morar sozinha e meus pais deram todo o apoio.É necessário cair e a mão dos pais para testar tudo o que você aprendeu.Isso é algo que conversei bastante com a minha terapeuta."


- Já encontraste a casa dos teus sonhos?


"Depois de dois meses de turnê, agora eu retorno.É um lugar de relevo, um lugar onde eu posso falar sem nenhum pudor, onde nenhuma regra social ou moral e onde eu não posso e longo todos loucos. Estou constantemente a mil, com a cabeça. Tu sabes o que? Eu falo um monte em voz alta, porque eu costumava ouvir e entender."

 

- Como lidas com a concorrência que existe com outras actrizes?


"O meu lema é:" Para brilhar, não preciso de ninguém para ficar no escuro. "Não há necessidade de competir com ninguém, porque cada um tem sua própria luz.É um desperdício de energia para competir."

 

- Cuidas da tua imagem e do teu corpo?


"Eu confesso uma coisa. A semana passada eu estava na Itália, eu comia uma pizza inteira por dia.Obviamente olho-me no espelho e gosto de uma boa aparência, mas se eu estou cada vez mais gordinho, não precisa dizer-me.De facto, em Dezembro do ano passado, tinha sete quilos acima do meu peso e eu estava muito igual.Estou mini: meço 1,60 e peso 45 quilos, e se eu reclamasse, seria uma idiota.Eu tive alguns amigos e conhecidos com problemas de bulimia e anorexia e aprendi muito para ver.Eu sempre tento ser natural, vivendo de uma forma descontraída, e não tentar ser alguém que eu não sou."

 


-Diz-me a verdade, nunca imaginaste a confusão que iria gerar o teu caso com Carlos?


"Não muito.Eu não sou hipócrita e sei que ele é uma pessoa super conhecida em todo o mundo.Era quase lógico que eles iriam falar sobre a nossa história de amor, mas acho que tudo correu muito sensacional.Foi quando eu comecei a não gostar.Quando eles começaram a dizer que Carlos tinha comprado a casa onde eu morava com minha família ..."

 


- Como é que vives esta situação?


"Eu estava no exterior.Liguei para o meu pai e perguntou se era verdade que ele tinha vindo a falar."Perdoa-me, Bren, mas tem algo muito precioso como a minha família e não podia ficar de braços cruzados", disse ele.Obviamente eu entendi e pediu perdão, porque eu tinha vergonha de ter entrado em alguma coisa.Minha avó ligou-me chorando!Que era muito forte ... Eu quero que as pessoas me conhecem e sabem que não tenho perfil de uma mulher que estava brincando escândalos.Saí com Carlos, que é um jogador de futebol, mas não sou nenhuma caça-furtunas.Esclarecimento é muitas vezes escuro e com o tempo vou mostrar como eu sou.


- A relação com Carlos foi encerrada porque ficou sem amor ou também para todos aqueles comentários?


-Não.Com Carlos sempre foram muito apertados e nunca deixei os de fora afectarem nosso relacionamento.Eles também disseram que a minha mãe não queria e que foi a única vez que eu vim para esclarecer, porque não me parece justo para ele.Na verdade, nos separamos porque eu estou muito envolvida com a minha carreira.Carlos nunca me pediu para deixar a minha profissão.Basta deixá-lo ser o que tem que ser, porque estávamos a sofrer.


- É verdade que acabaram por telefone?


-Não.Eu estava no Catania em viagem.Falamos muito."Olha, meu amor, é tudo de bom, mas faz sentido que estamos tendo um tempo difícil por ser tão longa distância," disse ele.

 

- Nunca pensaste em deixar a tua carreira para desfrutar do teu envolvimento com Tevez?


- Nunca!No ano passado nós trabalhamos a semana toda, 10 horas por dia.Mas nessa sexta à noite eu apanhei um vôo direto para Londres para ficar com Carlos.Ele chegou ao meio-dia nesse sábado e horas mais tarde, na tarde de domingo, voltei a Buenos Aires para gravar.Foi uma loucura!


- Tevez nunca te pediu para acompanhá-lo deixando a tua profissão?


-Ele sabe que tipo de mulher que eu sou, como eu penso sobre o meu trabalho e o que ela significa para mim.Teria sido fácil deixar tudo e ir viver com ele, certo?Mas a verdade é que nunca me ocorreu .É por isso que eu adoro!Quero o Carlos para ser feliz porque eu o amo muito.Sinto que aprendi muito com ele, é uma pessoa excelente.Todo dia eu fiquei surpresa com suas demonstrações de amor.Todas as manhãs ele enviava-me uma mensagem para me desejar bom dia.Ele é muito atencioso e assim nós dois: o tempo todo nós mostramos nosso amor que tivemos.

 


 

- Não é contraditório para terminar um relacionamento quando ainda há tanto amor?


"Mas, em algum momento, essa relação havia se tornado doloroso para ambos.Foi uma decisão que doeu, mas está tudo bem.Nos separamos por um mês e meio e sinto que é para o nosso bem."


 - Quem são os seus pilares no momento?


" A minha família e os meus amigos, estão-me a ajudar muito. Eu nunca pensei que me iria cruzar com Carlos, eu não sei se eu me vou casar aos 45 anos, se eu vou ter três filhos ou eu vou acabar por casar com ele ... Tudo o que sei é que eu quero ser feliz e aproveitar a vida ao máximo.  Apaixonei-me, mas a minha carreira é muito importante, e ele sabe disso."

 


- Como lidaste com a exposição internacional que te deu o teu relacionamento com Tevez?


"Eu prefiro ser um 7 em popularidade para a minha carreira que 10 e estar namorando um jogador de futebol.Mas eu nunca fui apresentada como "a namorada de Carlos Tevez," sempre falava de mim como "actriz" ou "a ex de Mundo de Patty."Nós tínhamos um paparazzi atrás de nós cada vez que saímos para uma caminhada, mas eu entendo que um "romance inesperado" sempre vende e isso foi inesperado para a excelência.

 

- O que o fez tão atraente?


-Nós conhecemo-nos porque temos amigos em comum.Mas eu sempre disse que nunca vou ficar noiva de um jogador de futebol e, por fim, acabei por apaixonar-me profundamente. Pensei "O quê? O que está a acontecer comigo?"


- O que amas em Carlos?


- Os seus olhos, a sua ternura!É uma excelente pessoa, e quando vimos pela primeira vez foi ... wow!Quem é você? A conversas não paramos mais.Era uma história muito bonita e vou mantê-lo num lugar grande no meu coração.

 



publicado por - anap do BAP às 16:42
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 15 de Junho de 2011

Nova musica de Mundo de Patty, interpretada por Brenda.

Como ouvir já a seguir, podes ver uma nova musica que Brenda fez mas acabou por não ser inserida na série "O Mundo de Patty" (Patito Feo), mas Brenda voltou a canta-la na tourne por Itália, a musica chama-se "Ser Divina", podes contar com a tradução.

Adorei completamente a musica, dá energia.

vê a tradução e ouve a nova musica das divinas :

publicado por - anap do BAP às 21:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 12 de Junho de 2011

Entrevista de Brenda em 'Hola'. ( 1ª parte)

- Estás prestes a lançar um álbum a solo?

 

"Sim, estou a escrever algumas músicas. Recentemente montei uma mini-gravação em minha casa e eu estou procurando novos sons. Acho que as pessoas sabem muito pouco sobre mim, porque eu tenho sido sempre um personagem."

 

- O que te inspira a escrever?


"Estou emocionado por muitas coisas. A última canção que eu escrevi foi num hotel em Catanzaro, Itália, olhando o mar da vista do meu quarto. Certamente haverá um hitazo, mas falando das minhas próprias incertezas como uma artista. Eu também gosto de escrever sobre o amor, mas eu não quero que o tema típico, por exemplo " ele deixou-me e eu disse para ele nunca mais voltar" Eu gostaria de fazer algo mais envolvido."

 

- Os momentos de tristeza são terreno fértil para a composição?


"Quando tu estás mais feliz, geralmente, é menos permeável às emoções e aos sentimentos de conexão mais real. Quando estás triste, tu jogas certos acordes que fazem se explorar mais profundamente dentro de ti e ficas com menos vergonha de mostrar o que ganhaste. Neste ponto da minha carreira eu tenho a minha própria identidade. Então, olhando para as coisas que têm a ver comigo, a minha verdade para o mundo em que vivo."

 


- Depois de teres acabado o Mundo de Patty, foi uma escolha pessoal, fugir um pouco da tv?


"Na verdade, eu tive imensas ofertas para fazer montes de trabalhos, mas quis evitar."


 

- Não ficaste com medo que te esquecessem?


- Não! Eu sempre trabalhei como actriz porque quis. Eu nunca trabalhei para sustentar minha família. Isso quer dizer que eu sempre tive a opção de parar de actuar, se eu não me sentia à vontade. Na verdade, o último ano da faculdade eu não escolhi trabalhar para ir viajar com meus colegas . Que bom é ser famoso, se queimaram etapas da minha vida? Foi necessário parar um pouco e começar a pensar. O que eu faço? Eu quero fazer filmes? Eu quero fazer um registo? E no meu álbum, o que posso dizer? A fórmula é fácil tornar-se famoso porque a televisão é muito generosa. Eu prefiro fazer um disco que a minha família e meus amigos goste, e se alguém quiser colocá-lo na rádio, ouço na minha casa."

 

 

-Brenda, começou a trabalhar na televisão aos 11 anos, sempre teve os pés assentes na terra?


"Eu sou bastante insegura e, portanto, é sempre necessário ter minha família por perto. A educação que me deram é essencial para manter os pés no chão. Eu sinto-me abençoada por ter pais que tenho. Eu pensei que estava fazendo viagens à América Latina, com 100 000 bilhetes vendidos, mas estava em casa, desarrumava o meu quarto e levantava a mesa, como qualquer menina da minha idade.

 

- E os olhares estranhos das outras pessoas como foi?


"Isso é puro preconceito. Eu vou a um lugar ou uma festa e olham com um olhar estranho, mas eu sou igual a toda a gente. Não me tens de tratar de forma diferente. Eu sou muito tímida e, muitas vezes, as outras pessoas acham que sou antipática. Mas dê-me meia hora de conversa e vão perceber como eu realmente sou."

 

- Os teus pais sempre te apoiaram no teu desejo de ser actriz?


"O meu pai odeia. Se eu fui ao casting da Cantaniños foi porque a minha mãe insistiu muito com ele. Além disso, ele disse: "Não cries ilusões, secalhar eles nunca te vão chamar." Quando perceberam que esta carreira fazia-me realmente feliz, deu-me todo o apoio.O meu pai sempre me diz: "Bren, tu não tens obrigação de estar na televisão, quando a TV parar de fazer feliz, diz tchau. Eu vivi, eu vivi! "É um óptimo conselho.

 

Em breve a outra parte da entervista, ainda está a ser traduzida por mim.

publicado por - anap do BAP às 17:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

MENU

Home
Brenda
BAP
Afilia-te

Pesquisa

 

Arquivo

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010